O mercado de calçados
Portugal

RESUMO DO MERCADO

1.1 Definição e apresentação

O mercado do calçado é um segmento do mercado do vestuário, que inclui todos os tipos de calçado. Estes podem ser segmentados por usuário final e por uso/tipo. Para o utilizador final, a distinção baseia-se no sexo e na faixa etária, embora o segundo parâmetro seja mais difícil de definir. No que diz respeito à distinção por utilização, podem ser mencionados os seguintes tipos: desporto, praia, montanha, trabalho. O mercado global do calçado duplicou nas últimas décadas, tendo experimentado uma verdadeira explosão impulsionada pela inovação contínua dos actuais e dos novos operadores, para os quais o desafio é atrair e reter novos consumidores.

O setor de calçados em Portugal tem se alterado substancialmente nas últimas duas décadas. Historicamente, o setor era caraterizado por uma indústria tradicional, intensiva em de mão-de-obra, pouco automatizada e de baixo valor agregado. Na medida que muitas multinacionais decidiram migrar para países de mão-de-obra mais barata no início deste século, o mercado precisou se reinventar. Consequentemente, a indústria começou a se concentrar na alta qualidade e no uso de tecnologia, deixando de lado os produtos baratos e construindo um título de griffe para a etiqueta “Made in Portugal”. Hoje, a mesma é sinônimo de excelência no mercado global, especialmente na Europa. Um exemplo disso é o fato do número de pares produzidos ter saltado 56 para os 79 milhões de pares entre 1985 e 2015, enquanto que a quota europeia na produção mundial de calçado ter diminuído de 34,1% para 3,8% no mesmo período. [Expresso]

Para ler mais, compre o estudo completo

Analistas

Controle

Processo

Analistas e Métodos

Bases de dados

Certification
Serviços

Consultoria especializada

Avisos (1)

Média dos últimos 3 meses

o 28/02/2020
Estamos empenhados em ter em conta o feedback de todos os nossos clientes, consultores ou gestores de empresas, a fim de melhor satisfazer as suas expectativas.