Conteúdo do estudo

Idiomas disponíveis

VISÃO GERAL DO MERCADO

1.1 Apresentação e definição

O mercado de roupas íntimas é um subsegmento do mercado mais amplo de vestuário, e é distinguido em roupas íntimas masculinas e femininas. Lingerie masculina abrange várias categorias de produtos, incluindo principalmente:

  • Boxers
  • Slips
  • Tangas

A lingerie masculina é distribuída principalmente em lojas grandes e médias, em forma de lotes, embora o crescimento das vendas on-line também seja relevante. Da mesma forma que o mercado global de lingerie, o segmento de lingerie masculina está crescendo. O fornecimento de roupas íntimas masculinas está se expandindo e os homens estão gastando uma quantidade crescente de dinheiro em roupas íntimas.

Embora os principais impulsionadores da compra sejam conforto e praticidade, o aspecto da "sedução" está se tornando cada vez mais importante para motivar a compra de lingerie masculina.

O segmento é dinâmico: as principais marcas de lingerie feminina também estão expandindo suas ofertas para homens e novas marcas dedicadas à lingerie masculina estão surgindo, muitas vezes com posicionamento de nicho. O mercado Português de roupa interior masculina cresceu com uma CAGR  (taxa de crescimento anual composta) de 4,6% durante o período 2015-2019.

Tradicionalmente, os portugueses interessavam-se menos pela moda e pelas compras do que as mulheres. Costumavam comprar apenas a roupa mínima necessária. Atualmente, a mentalidade está mudando, e os homens estão cada vez mais atentos a sua aparência e escolha de peças de roupas (inclusive as íntimas). Além disso, muitos portugueses ainda são bastante conservadores no que diz respeito à sua roupa, comprando muitos artigos em supermercados e hipermercados. No entanto, com um número crescente de homens a prestar atenção à sua aparência pessoal, os supermercados e os hipermercados estão a perder terreno, em benefício dos retalhistas especializados em vestuário e do comércio a retalho da Internet.

1.2 Mercado mundial da roupa interior masculina

O mercado mundial de roupa interior masculina valia **,** mil milhões de dólares em ****, e espera-se que atinja um valor de **,** mil milhões de dólares em ****, crescendo com uma CAGR  (***) de *,*% durante o período. 

Tamanho do mercado de roupa interior masculina Mundo, ****-****, em mil milhões ...

1.3 Mercado Português

Dentro deste mercado, a produção de roupa interior masculina é registada com os seguintes códigos:

NACE ******** Cuecas e slips para homens ou meninos, de malha ou croché (***) NACE ******** Cuecas e slips (***) [***]

Valor da produção de roupa interior masculina Portugal, ****-****, em milhões de euros Fonte: Eurostat

O valor ...

1.4 Comércio exterior da roupa interior masculina

O site Comércio Internacional das Nações Unidas fornece informações sobre importação e exportação de roupa interior. A balança comercial abaixo foi compilada através da combinação de dados dos seguintes códigos (***).

O gráfico abaixo mostra que o Portugal é principalmente um exportador de ...

1.5 Impacto do Covid-19

A pandemia do Covid-** e as restrições resultantes tiveram consequências importantes para a economia e indústria portuguesas.

Os confinamentos impostos pelo governo abrandaram e, em alguns casos, pararam completamente a produção em Portugal durante vários meses. Isto também aconteceu no sector do vestuário, que ...

ANÁLISE DA DEMANDA

2.1 Hábitos de consumo de roupa interior

A fim de compreender melhor o mercado da roupa interior masculina, é importante analisar os hábitos de consumo de roupa interior em Portugal. 

Um estudo gerado pela Faculdade de Economia do Porto e publicado pelo site de base de dados Core, permite identificar as características dos compradores de roupa ...

2.2 Preferência dos consumidores em função do gênero

Este estudo centra-se na roupa interior masculina, razão pela qual é importante observar as diferenças de comportamento entre mulheres e homens ao comprar roupa interior. 

As mulheres são mais aptas do que os homens à buscar comprar a melhor roupa interior possível (***). Além disso, os homens são ...

2.3 Tendência da demanda masculina

Crescimento do interesse dos homens em roupa interior 

Na parte *.* deste estudo vimos que as mulheres dão mais importância ao vestuário íntimo do que os homens.

No entanto, esta tendência está a mudar. Os homens estão cada vez mais atentos à qualidade da roupa interior que compram ...

ESTRUTURA DO MERCADO

3.1 Cadeia de valor

3.2 Número de fabricantes de roupa interior

O número de fabricantes de roupa interior em Portugal diminui de **% entre **** e ****, com uma diminuição mais importante entre **** e **** (***).

Evolução do número de fabricantes de roupa interior Portugal, ****-****, em número de empresas Fonte: Eurostat

3.3 Produção e distribuição da roupa interior masculina

Produção da roupa interior

Produção no estrangeiro

Este é o método mais frequente de produção de roupa interior masculina. É utilizado por marcas de gama baixa e média e por marcas de retalhista. Em Portugal, muitos actores que diversificam a oferta do mercado da roupa interior, seja em ...

ANÁLISE DA OFERTA

4.1 Tipologia da oferta

A escolha da roupa interior masculina é feita em função do modelo e do tamanho.

escolha em termos de estilo: as principais marcas de roupa interior combinam praticidade com tendências da moda escolha em termos de conforto em função do material utilizado, por exemplo ***% algdão (***) escolha em termos ...

4.2 Preço da roupa interior masculina

A oferta de roupa interior pode ser resumida em * segmentos: a gama baixa que se concentra em produtos mais acessíveis e confortáveis e a gama média/alta que está mais focada na qualidade dos produtos.

As marcas de vestuário gerais como H&M, Topman, Tommy Hilfiger, etc ...

4.3 Tendências da oferta

Ofertas inovadoras

A Julipet oferece um compromisso entre boxers clássicos e slips com o J-Boxer, o que garante a máxima liberdade de movimentos graças à presença de um slip muito leve inserido na parte da frente de um boxer de tecido puro algodão.

Ofertas desportivas

*UNDR ...

REGULAMENTO

5.1 Regulamento do mercado

A regulamentação do mercado de roupa interior masculina é a que se aplica mais genericamente à comercialização de vestuário de pronto-a-vestir. Assim, todos os produtos disponíveis para venda devem primeiro estar em conformidade com a ERA tick-tock (***)

Normas de etiquetagem

O sector têxtil e do vestuário é regido ...

5.2 Detalhes dos códigos COMTRADE da ONU

A seguir estão os detalhes dos códigos que foram usados para compilar a balança comercial para o estudo, com base no: UN Comtrade

****** Slips ou cuecas de algodão para homens e meninos, tricotadas ****** Slips e cuecas para homens ou meninos, de fibras sintéticas ou artificiais, ...

POSICIONAMENTO DOS JOGADORES

6.1 Segmentação

  • H&M Groupe
  • Hollister
  • Calzedonia
  • Ralph Lauren
  • Impetus

Para ler mais, compre o estudo completo

What is in this market study?

  • What are the figures on the size and growth of the market?
  • What is driving the growth of the market and its evolution?
  • What are the latest trends in this market?
  • What is the positioning of companies in the value chain?
  • How do companies in the market differ from each other?
  • Access company mapping and profiles.
  • Data from several dozen databases

  • This market study is available online and in pdf format (30 p.)
  • Consult an example PDF or online

Método

Dados
Analistas 1 sector analisado
em 40 páginas
Método
Controle

Analistas

  • Principais Universidades
  • Parecer do perito

Dados

  • Bases de dados
  • Imprensa
  • Relatórios da empresa

Controle

  • Actualização contínua
  • Vigilância permanente

Método

  • Estrutura sintética
  • Gráficos padronizados

Analistas

Hugo S.

chargé d'études économiques, Xerfi

Hugo S.

Hugo S. logo 1 Hugo S. logo 2
Mathieu Luinaud

Associate Consultant

Mathieu Luinaud

Mathieu Luinaud logo 1 Mathieu Luinaud logo 2
Education Formation
Robin C.

PhD Industrial transformations

Robin C.

Robin C. logo 1 Robin C. logo 2
Pierre D.

Analyst

Pierre D.

Pierre D. logo 1 Pierre D. logo 2
Arnaud W.
Linkedin logo

Ross Alumni Club France

Arnaud W.

Arnaud W. logo 1 Arnaud W. logo 2
Amaury de Balincourt
Linkedin logo

Analyste de marché chez Businesscoot

Amaury de Balincourt

Amaury de Balincourt logo 1 Amaury de Balincourt logo 2
Pierrick C.

Consultant

Pierrick C.

Pierrick C. logo 1 Pierrick C. logo 2
Maelle V.

Project Finance Analyst, Consulting

Maelle V.

Héloise Fruchard

Etudiante en Double-Diplôme Ingénieur-Manager Centrale

Héloise Fruchard

Héloise Fruchard logo 1 Héloise Fruchard logo 2
Imane E.

EDHEC

Imane E.

Imane E. logo 1 Imane E. logo 2
Vincent D.

Auditeur

Vincent D.

Vincent D. logo 1 Vincent D. logo 2
Eva-Garance T.

Eva-Garance T.

Eva-Garance T. logo 1 Eva-Garance T. logo 2
Michela G.

Market Research Analyst

Michela G.

Michela G. logo 1 Michela G. logo 2
Azelie P.

Market Research Analyst @Businesscoot

Azelie P.

Azelie P. logo 1 Azelie P. logo 2
Cantiane G.

Market Research Analyst @Businesscoot

Cantiane G.

Cantiane G. logo 1 Cantiane G. logo 2
Jules D.

Consultant

Jules D.

Jules D. logo 1 Jules D. logo 2
Alexia V.

Alexia V.

Emil Ohlsson

Emil Ohlsson

Anna O.

Anna O.

Gabriel S.

Gabriel S.